Erasmus +

Erasmus +eTwinning


O programa Erasmus+ é um programa europeu que visa tornar possível que escolas de diferentes países trabalhem, desenvolvam e partilhem as melhores e mais inovadoras práticas e abordagens pedagógicas no campo da educação e juventude. É regulado por quatro principais prioridades que são a Inclusão, a Transformação Digital, o Ambiente e Combate às Alterações Climáticas e a Democracia na Vida democrática, Valores Comuns e Participação Ativa. Estas prioridades constituem o suporte para os temas que serão a desenvolvidos pelas escolas nas parcerias europeias. As mobilidades fazem parte da execução do projeto e são momentos de excelência onde os alunos de diferentes países  se encontram e estabelecem partilhas.

O primeiro projeto, no âmbito da Ação – Chave KA2 e subordinado ao tema “The Wise and Ecofriendly Consumer”, decorreu no biénio 2017-2019 e dele fizeram parte os países Polónia, Bulgária, Turquia, Itália, Roménia e, claro, Portugal.
O projeto visou essencialmente melhorar as competências sociais, linguísticas e interculturais nas escolas parceiras e, também desenvolver a competência e a motivação de todos os envolvidos.

A existência de uma verba resultante do primeiro projeto Erasmus+ permitiu que a escola investisse na aquisição de 5 kits Lego de robótica que possibilitou a criação de um clube de STEAM, onde a robótica desempenha um papel fulcral no desenvolvimento de inovadoras práticas letivas e vai contribuir para desenvolver a motivação e interesse dos alunos.
Este facto veio permitir que a nossa escola se lançasse na elaboração de raiz de um projeto inteiramente novo inserido na Ação-Chave 2 onde as abordagens STEAM e as novas tecnologias constituem o suporte principal de trabalho. A candidatura está a ser elaborada e vai ser lançada em março do corrente ano lectivo.

Paralelamente, a nossa escola é parceira em dois Projetos Europeus de Erasmus+ com candidatura já submetida e encontra-se, neste momento, a aguardar os resultados da mesma que têm previsão de saída em março do corrente ano letivo. São eles “Digi Learners in the Digital Age” em parceria com Alemanha, Turquia, Macedónia do Norte e Itália e “World Wide Wealth – our Earth” em parceria com Polónia, Espanha, Turquia e Roménia


O eTwinning é uma Ação do Programa Erasmus + da União Europeia. Tem como principal objetivo criar redes de trabalho colaborativo entre as escolas europeias, através do desenvolvimento de projetos comuns, com recurso à Internet e às Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC).
O eTwinning pretende promover, em professores e alunos, a consciência do modelo europeu de sociedade multilingue e multicultural que utiliza as TIC para desenvolver em conjunto  atividades pedagógicas relevantes.

A nossa escola teve um primeiro projeto de dois anos 2018-2020, intitulado “Idioms for life” em parceria com a Polónia. Este projeto revelou-se de grande interesse e curiosidade para os alunos visível no seu desejo de constante participação nas actividades.
Presentemente, a escola está inserida num outro projeto eTwinning, intitulado Engliadora, que se distribui numa parceria entre oito escolas de três países diferentes: Portugal, Turquia e Jordânia. Neste projeto pretende-se desenvolver todas as competências da aprendizagem do Inglês utilizando como suporte as TIC.

A experiência obtida com a realização do projeto Erasmus+  “The Wise and Eco-Friendly Consumer”, bem como o projecto de eTwinning “Idioms for Life”, mostrou-nos quão bem os alunos reagem e aderem a este tipo de projetos. As portas abriram-se para uma nova perspetiva de dimensão internacional, onde são privilegiadas as interacções multilingues e multiculturais até então nunca experienciadas pelos nossos alunos. As experiências vividas ao longo dos dois anos de Erasmus + e 2 anos de eTwinning cimentaram memórias em toda a comunidade escolar, apuraram os sentidos dos alunos tornando-os conscientes do tamanho do mundo que os rodeia, do que é ser cidadão europeu. Em todas as suas interações, os alunos desenvolveram capacidades de saber ser, estar e agir com todos os intervenientes, principalmente, professores e colegas estrangeiros, saber pensar, saber falar em publico desenvolvendo as suas competências linguísticas em Inglês, bem como a sua autonomia e autoconfiança e, também, relativizar e zelar pelo bem-estar do outro.