História

UM POUCO DE HISTÓRIA …

O alargamento da escolaridade obrigatória – Lei n.º 46/86 da Assembleia da República de 14 de outubro, levou ao aumento do número de escolas, a nível nacional. Assim, em 17 de Abril de 1993, é inaugurada a Escola C+S de Nogueira da Maia. Destinada à população escolar das freguesias de Nogueira, Silva Escura, S. Pedro Fins e Folgosa. Em 1999 a escola passou a designar-se Escola EB 2,3 de Nogueira da Maia e as antigas escolas primárias da freguesia, que lecionavam o primeiro ciclo do ensino básico, passaram a designar-se de EB1 de Barroso e EB1 do Monte Calvário.
Em 2003, em consequência de uma reorganização da rede educativa, a Escola EB 2,3 de Nogueira passa a fazer a gestão e a ser a sede do Agrupamento Vertical de Escolas do Levante da Maia. Este agrupamento passa a ser constituído por todos os Jardins de Infância e Escolas do Ensino Básico das freguesias de Nogueira, Milheirós, Águas Santas, S. Pedro Fins, Silva Escura e Folgosa.
A 15 de Dezembro de 2007, é inaugurado o Pavilhão Municipal de Nogueira, cuja utilização passa a ser partilhada pela escola e pelo Departamento do Desporto da Câmara Municipal da Maia.
Em 2009, a Escola EB 2,3 de Nogueira da Maia vê o seu nome alterado para Escola Básica do Levante da Maia. Da mesma forma, as escolas do 1.º Ciclo alteram o seu nome para Escola Básica de Barroso e Escola Básica do Monte Calvário.
No final do ano letivo 2008/2009, o modelo de gestão das escolas é alterado. São extintos os Conselhos Executivos e surge a figura do Diretor de Escola/ Agrupamento No mesmo ano, ou seja em 2009, a escolaridade obrigatória é alterada por despacho ministerial para doze anos. Atentos a este facto, e cedendo à vontade da comunidade educativa, a Escola Básica do Levante da Maia passou a integrar o Ensino Secundário.
Desde aí até à presente data, o Agrupamento de Escolas do Levante da Maia sofreu profundas alterações.